26 de fev de 2015

Sobre como eu sei...























Só sei que sei. Percebi isso sozinha no carro, indo ao trabalho, ou olhando para você dormindo? Não sei. Tudo o que sei é que sei.


Nós.

Um nós delicado, um nó delicado. Forte em sua delicadeza. Delicado em sua força.

E eu que não sou muito dessas coisas, posso dizer que você tem sido um marco em minha vida, por uma simples razão:

Você redesenhou as constelações do meu universo.




Nenhum comentário: