4 de mai de 2015

Sobre primeiras impressões (e como podem ser na mosca!)

Não sei se a questão aqui é envelhecer. Talvez seja apenas algum calejamento. Ou talvez seja apenas uma coisa de bater o olho na pessoa e lê-la bem. E não gostar. Ponto. Mas, se me perguntassem o porquê, eu explicaria exatamente e me sentiria mal e culpada por me deixar levar por primeiras impressões. É feio isso, sabe? Nem conhecer e já ir julgando... Aliás, julgar em si já é um problema e evito, mas sou humana... E  falta de profissionalismo nível advanced me incomoda. Mas isso tudo é feio e, como gosto de coisas bonitas, resolvi deixar minhas primeiras impressões: paguei pra ver. E vi. Vi hoje. E vi que era muito, mas muito pior do que eu tinha imaginado. Muito pior do que as minhas primeiras impressões. O que podemos tirar disso? Bom, eu saio no lucro: minhas primeiras impressões pegaram leve, mas fizeram o seu papel (por que não?) de me deixarem alerta. 


Nenhum comentário: