10 de abr de 2013

20 e poucos anos: Um outro dia qualquer

Podia usar uma arminha d'água para se defender das bruxas que apareciam em seu caminho. Podia estar aos prantos porque, mais uma vez, as coisas não saíram como ela queria. Podia passar mal de novo, ir parar no pronto-socorro e ouvir aquilo que já sabia. Podia ter um ataque histérico quando lhe dissessem que estava sendo histérica - quando, na verdade, não estava (bom, antes não, né?). Podia ficar matutando sobre as grandes questões existenciais que a afligiam desde o início dos tempos. Podia continuar procurando uma lógica no amor e no modo como as pessoas lidavam com os sentimentos alheios. Podia tanta coisa, tudo e tanto... Que a consumiam e ela queimava rápido rápido rápido.

Isso, num outro dia qualquer. Amanhã, quem sabe.

pois

HOJE 

era dia de Lô comprar lingerie.

Nenhum comentário: