2 de jun de 2013

Sobre clichês musicais e paradigmas florais

Para o Fã do Clube de Esquina

Coração, você tem que entender que os meus clichês são os melhores. São justos e bons e dignos. Não que eu goste de clichês, mas muitos têm a sua razão de ser e existir e não perecer. So let them be. Então, não maltrate os meus clichês musicais recheados de afeto e de certeza da boa qualidade e validade - e de  que alguma diferença podem fazer na sua vida.

O mesmo para as flores e demais paradigmas. Tomo aqui paradigma como sinônimo de clichê. Me enrolo? Ah! Nem todos os clichês são dispensáveis assim como nem todos os paradigmas devem ser quebrados. Precisam ser quebrados? Porque eu gosto sim de receber flores e adoro quando me acompanham até a estação. É uma sensação boa, sabe?

Um clichê tem o seu valor e a preservação de certos paradigmas também. Nem tudo tem que vir abaixo para construirmos algo novo.