6 de jan de 2015

Sobre pássaros e 2015...

Esse foi um dos quadros que eu NÃO comprei, embora quisesse muito. Problemas de molduras esfolada ¬ ¬

Faz um bom tempo que não escrevo nada por aqui - não, não abandonei o blog - porque a vida lá fora nos chama e eu não quis deixá-la pra lá. Não, não pode e percebo como esse mundo virtual pode nos engolir fácil fácil. 

Pois bem: cá estou eu de volta  e de volta da Leroy Merlin com meia dúzia de quadrinhos, pois se eu começo 2015 diferente, a casa vai começar diferente que essas paredes sem quadros começam a me incomodar depois e um ano e pouco.

Se bem que esse papo de ano novo é bem delicado e já devo ter escrito sobre isso:

O ano de 2014 foi um bom ano, embora com suas inevitáveis perdas e algum muito mertiolate, mas, sei lá, estou tão tranquila com 2015 que até me estranho, sabe? Pensei em algumas coisas que quero fazer e só: sem grandes ambições, sem esperar uma enxurrada de felicidade e blá blá blá. 

E como diz o ditado: "só tem chance de ganhar na loteria quem aposta" Está aí um bom ditado pra seguir em 2015.

P.S. 1) 
Há um bebê passarinho piando na árvore debaixo da minha janela. Me diz se isso não é benção? =)

P.S. 2) 
10 coisas que aprendi em 2014:

1) Cola branca cola TU-DI-NHO;
2) Formigas adoram café;
3) Má administração (seja lá do que for) é uma coisa realmente terrível;
4) Reclamar gasta energia demais e deixa a gente cansado, por isso, se se puder evitar, é uma boa;
5) Nem sempre boas pessoas são bons profissionais e vice-versa;
6) A distância entre um crítico e um chato é ínfima;
7) O que não tem remédio remediado está;
8) Cansaço pode ser facilmente confundido com tristeza e vice-versa;
9) Negociar é uma das coisas mais difíceis do mundo;
10) Estou na profissão certa.

P.S. 3) Quem me inspirou a escrever foi a Silvia, que lê/ lia meu blog e disse estar com saudades dos meus textos =)


Nenhum comentário: