11 de mar de 2013

Da implicância com o [meu] cabelo

Ela: - Vi uma foto sua lá fora.

Eu: - É mesmo?

Ela: - É, seu cabelo estava tão bonito, mais comprido! Você estava mais bonita...

Eu: - É, estava mais comprido mesmo.

Ela: - Ficava tão mais feminino....

Suspiro - dela, não meu. Estou entretida com minha melancia.

Ela: - Você ficou com mais cara de criança agora. Cara de moleca. Parece mais novinha.

Eu: - Não importa o corte de cabelo, sempre vou ter essa cara.

Ela: - Hum. E o que você sentiu quando cortou o cabelo?

Eu: - Liberdade!

Ela: - E por que você cortou?

Eu: - Porque deu vontade oras...

Última garfada no último pedaço de melancia e fim de papo. Ela faz uma cara de sofrimento e não entendeu nada do que eu disse. Todavia, o 'deu vontade' tem o poder de encerrar diversos questionamentos.


Nenhum comentário: