14 de mar de 2012

20 e poucos anos: Natureza feminina

Raul entrou casbisbaixo e desmoronou sobre o meu sofá. Depois, despejou sobre mim suas últimas notícias sobre a menina de quem ele tanto gostava. Concluiu brevemente:

- E ela disse isso - disse sentido.

Olhei com pena (coisa que ele de-tes-ta-va) e disse como que me desculpando:

- Ela está te manipulando, Raul.

- Eu sei, Lô - disse ele sem certeza e continuou - Mas me sinto tão culpado, tão mal.

- Mulher quando dá para ser ruim...

Seu tom mudou. Ele olhou para mim duro e sério.

- Você deve saber do que está falando.

Me senti acuada e confusa, enquanto queimava as mais recentes cartas de amor recebidas.

2 comentários:

£ädÿ disse...

acho que a gente é ruim até sem querer...

Carolina disse...

Eu não sei do que você está falando. Sou boazinha demais!