16 de mar de 2012

De repente 25!

Ontem fiz aniversário. Me atualizei para versão 2.5 e finalmente posso cantar A palo seco, do Belchior. Acordei feliz e, pela primeira vez em duas semanas, não tive dor de cabeça. Acordei com uma sensação engraçada dentro de mim: cócegas internas. A mesma sensação de quando falei, semana passada:

- Quanto sai a tirolesa?

(e, quando dei por mim, já estava descendo contente: uiiiiiiiiiiiiiiii)

Recebi mensagens e ligações carinhosas. Tive um dia simples, mas consegui almoçar acompanhada - o que é raridade. Voltava com a minha mãe, nós duas bem humoradas. Certo momento, lhe disse:

- Sabe o que é mais engraçado: hoje faço um quarto de século... E continuo sem saber nada da vida!

Então abracei-a e ri. Ri como não ria há muito tempo. 

Talvez a descoberta de um lado tomboy tenha a ver com isso, não sei. Ou é a leveza que conquistei. Li que "a convição é também uma conquista" e achei tão bonito. Mas, já algum tempo, tenho deixado as explicações de lado - sejam para mim, sejam para os outros. E me contento em viver.

Há uma semana atrás, quando estávamos eu e o Pirata no bote de rafting, chegamos a um certo ponto do Rio Peixe e o instrutor falou:

- Quem quiser pular aqui, pode pular.

Eu só tinha um par de tênis, então não ia entrar na água. Foi aí que o Pirata olhou para mim:

- Vamos?

E eu pensei com meus botões: eu não vim até aqui para não pular! Caí na água numa cambalhota e lembrei como era divertido nadar de tênis. Fiquei com eles em sopa até de noitinha. E não me arrependo de modo algum. 

Acho que esse é o espírito dos 25 anos. Obrigada! =)


4 comentários:

Thais disse...

Isso, aproveita pra fazer isso agora, porque com quase 29 essa ideia vai parecer completamente impossível de ser concretizada hahhahaha! JAMAIS que eu pularia de tênis! (Eu tiraria o tênis e pularia, hehehe).

Bjs!

Marcelo disse...

Walk the plank, scurvy dogs!

renatocinema disse...

Viva intensamente seus 25, seus 50, seu dia a dia. Parabéns novamente.

Cayo Candido disse...

Sweet twenties...