4 de mar de 2012

Quem gosta de falsidade levanta a mão!

Acho curioso quando as pessoas, quando perguntadas sobre o que não suportam nos outros, respondem categóricas:

- FALSIDADE.

Bem, convenhamos, há muita gente falsa que não gosta de falsidade. E o que eu já ouvi de gente que fala pelas costas falando isso... Enfim.

Nem os falsos gostam de falsidade, mas estarão sendo sinceros? Ou é uma questão de hiprocrisia mesmo? Claro que não! Ninguém gosta. Bom, acho. Já ouvi gente dizer que prefere ser enganada (!) e que gosta de pessoas misteriosas - se bem que mistério não é a distorção da verdade, apenas o seu desconhecimento.

Por outro lado, há aqueles que confundem toscamente sinceridade com grosseria. E parece que estamos, de um modo ou de outro, subvertendo o significado real das coisas. Afinal, não dá para aplicar a Doutrina do Relativismos para tudo no mundo.

3 comentários:

£ädÿ disse...

falsidade pra mim é relativo. não gosto de gente que é de um jeito comigo hoje e de outro amanhã. mas se tratar bem uma pessoa de quem você não gosta é ser falso, que me apedrejem. as pessoas tem mania de confundir educação com falsidade, e sinceridade com educação. não maltrato ninguém, por pior que seja, e também não sou do tipo que joga na cara quando não gosta de alguém; isso pra mim é ser bem educada, e não falsa.
Enfim, relativisemos. Se é que isso existe.

renatocinema disse...

O filme Matrix e sua filosofia questionavam a questão do desconhecimento. kkk.

Esse é uma tema complicado. Foi perfeita quando distanciou sinceridade com grosseria.

Monica disse...

Não que confundam sinceridade com grosseria. Simplesmente não suportam ouvir a verdade. Não suportam, não aceitam, não sabem ouvir a verdade.
Pessoas assim se olham no espelho todos os dias mas nunca de fato enxergaram a imagem refletida.