14 de abr de 2012

De noite, pela porta dos fundos






Pedi licença poética e saí da sua vida
(Frau Forster)

2 comentários:

£ädÿ disse...

idem. só que foi de dia, pela porta da frente, fazendo barulho.

Carolina disse...

Até pra dizer tchau você é linda. Desse jeito ninguém vai querer te deixar ir embora...