28 de abr de 2012

Detalhes

Ele: - Pelas coisas que você me conta, não faltam pretendentes.

Ela, pensativa: - Não é para tanto.

Pausa e continua.

Ela: - De um certo modo... Talvez.

Ele: - Ah, então você está sem namorado porque quer, oras.

Ela: - Você esquece de uma coisa meio importante: eu tenho que querer, que sentir também.

Ele: - Mas eu não entendo o que você tanto quer sentir!

Ela: - Sentir alguma coisa é um bom começo.

Nenhum comentário: