5 de jul de 2010

Blue (and lilac)

Olhando a luz entrar através da cortina lilás. O quarto imerso numa luz lilás. Seu corpo, enovelado em cobertas, esticado. Preguiçosa, se espreguiça. Adeus preguiça: minha manhã começa agora

As meias a olhavam, abandonadas no chão. Sem os pés, não eram nada. Eram frias. Não passavam de puro algodão. Adeus carne dos pés macios. Adeus esmalte. Adeus calor.

E na sucessão de "adeuses", ela se levantou.

Feist me lembra tanto Joni Mitchell! Bom, as duas são candenses e causam em mim uma certa sensação. Para mim, cantam músicas tristes, mas me trazem um conforto morno. Acho que viver é ouvir ambas sem deixar que a tristeza tome conta. Viver é saber separar as coisas. É saber separar a hora do "eu" e a dos "outros" - só para poder juntá-las depois.

Um comentário:

Cayo Candido disse...

Intuition pega fundo...