16 de jul de 2010

Como lidar com a sua primeira dor de estômago

O que era aquilo? O estômago? Fosse o que fosse começou a doer e ela logo viu estrelas. Sempre que sentia uma dor muito forte, via estrelas. Sentiu o corpo amortecido, mole, solto. A pressão caiu e ela também. Quase, na verdade. Antes que cambaleasse, sentou-se num banco e tirou um dos casacos. Definitivamente era o estômago. Quer tirar o outro casaco, mas é de nylon e a protege contra a garoa grossa quase chuva de pingos corpulentos. Uma ganchada certeira. Estrelas. Fecha-se a porta do metrô. Outra ganchada em seu estômago. Mais estrelas. A visão turva e ela se apavora. Quase, porque estava sozinha e apavorar-se só pioraria as coisas. Respira fundo. Afinal, a vertigem foi frequente por cinco anos. Sem pânico. Mais algumas estações e estaria em casa. Um gancho de direita. Mas ela não vai à nocaute. De onde tinha vindo aquela dor de estômago?

Acho que ela tem pouca resistência a dor. Mas como se mede isso afinal?

Ouvindo 100000 fireflies (The Magnetic Fields)

Nenhum comentário: