16 de ago de 2011

Primeiras impressões

Cheguei a comentar com alguém sobre sua pessoa. Tinha um ar levemente teatral. Falamos sobre sua filha e  diferentemente do que eu esperava, ele admitiu que o que ela tinha de graciosa, tinha de prequiçosa.

Não sei se era a estranha combinação de roupas ou sua voz profunda e ecoante ou os belos cabelos bagunçados e vastos. Tinha um ar de maestro e eu podia facilmente imaginá-lo erguendo a mão com vigor e regendo majestosa e apaixonadamente uma orquestra sinfônica.

Ficara bastante curiosa acerca de sua profissão e hoje, ao nos esbarrarmos, descobri que ele é músico.

P.S.: confesso que ele daria uma boa personagem de livro.
P.S. 2: fiquei feliz por ter podido confiar na minha primeira impressão.

Um comentário:

Anônimo disse...

Lembei,de um personagen do romance Clarissa, o professor Amaro: solitário, timido, taciturno escondendo eternamente sua paixão por Clarissa, belo personagem!

Clelia, tia