7 de nov de 2011

Sonhadores

Me pegou pela mão:

- Vamos?

Olhei a corda que me prendia ao chão e os balões de gás hélio que segurava numa das mãos. Hesitei, mas engoli meu medo do possível em seco. Com destreza, desamarrei o pé. 

Livre, sobrevoei com ele os reles mortais terrenos, tão presos quanto eu fora por séculos. Foi preciso  coragem da minha parte para deixar amarras - e coragem dele para me convidar para acompanhá-lo.

Ouvindo Eu só sei dançar com você (Tiê)

3 comentários:

Vinícius disse...

Que bonito, Lari! =)

£ädÿ disse...

não tem botão de curtir :(
/facebookfeelings

Carolina disse...

Own! Lindodemais!