23 de dez de 2010

Summer is coming (1): Haircut

"[...] she'd only love two things. The first was her long dark hair. The second was how easily she could cut it off and not feel a thing."


Uma hora eu cansei e essa hora já veio faz tempo. Cansei do mesmo corte de trezentos anos. Adoro cabelo comprido, mas uma hora enjôa. Também cansei do mesmo discurso segundo o qual cabelo comprido é sinônimo de feminilidade blá blá blá blá e que os homens preferem as mulheres de cabelo comprido blá blá blá blá - Hei! Atender as expectativas alheias é muito desgastante. Primeiro, existem várias maneiras de ser feminina. Segundo, se os homens preferem ou não mulheres de cabelo comprido, bom, sinceramente, I couldn't care less. Ultimamente eu ganho muito mais pensando no que eu quero do que pensando no que os outros querem.

Havia uma pessoa que costumava dizer que eu era ousada. E eu nunca levei muito à sério. Hoje, quando cabelereiro perguntou se eu ia de chanel mesmo e eu concordei, ele disse que eu era corajosa. Achei graça. Mas hoje, depois de me ver antes e depois, bem, acho que sou corajosa e ousada mesmo. E com um ar de diva, naturalmente.

(claro que agora sou uma ameaça a boa moral, já não bastassem os joelhos, estou andando por aí com a nuca à mostra tsc tsc tsc...)

2 comentários:

Anônimo disse...

rsrsrsrs
foi a mesma coisa quando cortei o meu. já até ouvi ameaças caso cortasse meu cabelo. enfim,hj eu o quero longo.amanha..quem sabe?
>sara

Anônimo disse...

Pelas fotos, ficou linda! =)