23 de out de 2010

Ultimamente [1]


** Hoje é o melhor dia da nossa vida.

** Cada coisa errada que você faz vale cinco vezes mais do que uma coisa certa que você já fez.
 
** Certas pessoas não sabem, não querem ou, simplesmente, não querem saber ficar sozinhas (Holmes)

** Perceber que você aprendeu com um erro e não vai sofrer pelo mesmo motivo deveria ser comemorado com champanhe.

** Conselhos não superam a experiência - tanto para as coisas boas quanto para as ruins.

** Todo mundo tem um tipo de preconceito em um certo grau. Eu, por exemplo, tenho preconceito à pessoas com preconceitos, o que faz de mim uma hipócrita assumida - e alguém que tem preconceito contra si mesma.

** O sadismo se disfarça manifesta sob várias formas.

** Sonhar com um cadáver sendo enterrado em cova rasa quer dizer o quê? E o que significa o fato de eu ser a coveira em questão?

** Pseudo-sabedoria me dá coceira: devo ser alérgica a pseudo-gurus. Se é assim, prefiro a Filosofia de Boteco do meu amigo Bunnyman.

** A vida é curta demais para ser desperdiçada com pessoas que não passam da superfície - da vida, delas mesmas.

** As cartinhas à mão ainda me comovem.

** Ouvir músicas que você não ouve faz tempo é fazer uma viagem na qual você encontra consigo mesmo.

** Uma música pode te fazer embrar de duas pessoas que são e representam papéis completamente diferentes na sua vida. Tão estranho isso, é como se não houvesse outras músicas...

** Há pessoas que não valem nem a sua raiva: a raiva dispende tempo e energia. (para S.O'H)

** Por que há gente que quando sente a sua falta sente também raiva de você por não estar lá como se gostaria?

** Novos prazeres da vida são descobertos a cada novo dia de vida.

** Camundongos sobem pelas paredes.

Um comentário:

Triana. disse...

Verdades da vida... Algumas bem feias mas é bom lembrar sempre.

ps: o camundongo aí é fofo. ^^