28 de out de 2011

Rumo ao mar





Via o amor escorrer pelo ralo e o rodo não dar conta: reter a partida do que precisava ir.

3 comentários:

renatocinema disse...

Poeta......inspiração total.

Falou em ralo.....te indico o filme O Cheiro do Ralo, com Selton Mello.

Ludmila. disse...

não há como...

FOTOGRAFIAS disse...

TE INDICO COLOCAR O CRÉDITO NA FOTOGRAFIA, É DE BOM TOM... (MÔNICA FLÁVIA)