26 de jan de 2012

Lá vem o Improvável... Que fazer?

Um dia, há muitos anos, me disseram para manter a mente aberta, principalmente para a novidade. Mas martelaram tanto na ideia que peguei birra e guardei a no fundo de uma gaveta qualquer. Há milhares de coisas que você tem que viver por si só: não adianta tentarem te fazer engolir as coisas a todo custo. Não é assim que funciona.

E o Improvável me pegou pela mão nos últimos meses e fiquei sem ação. Porque não é todo dia que isso acontece, que esbarro com ele na rua e ele me olha tão firme - e ainda assim tão leve - e me pergunta:

- Topas?

Ele quer me levar aonde nunca estive, fora dos planos. Não de todos, apenas de alguns. O  plano pulou pela janela! (ou será que fui eu quem o defenestrou, delicada e gentilmente como sempre?). O seu olhar tem uma cor indefinida, mas nele enxergo um futuro desconhecido e instigante. É preciso se dar ao luxo (ou ao direito?) de pensar diferente, de tentar coisas que nunca se tentou, de dizer coisas que nunca se ousou, de sair do script e ver o que acontece.

O Impróvavel me deixa bestificada, porque eu vejo o mundo com os seus olhos, com os olhos de quem quer tentar outros caminhos, arriscar mais, andar descalça... De quem quer simplesmente fluir suave e intensamente - pode as duas coisas ao mesmo tempo? Ah... Pode sim.

Porque coisas que nunca aconteceriam acontecem ou podem acontecer - agora vejo assim. E ontem eu que estava à toa, já resignada que não veria o show do Agridoce, ganhei uma entrada pouco depois de ter começado. Quais as chances de isso acontecerem? Com a minha sorte, nulas. Mas tenho o Improvável ao meu lado, sim, ao meu favor.


Porque o Impróvavel e o Acaso vão me proteger contra a Lady Murphy, haja o que houver - ainda que eu não ande distraída.

3 comentários:

£ädÿ disse...

o improvável não anda a meu favor. esse apelido de Lady me rendeu algemas com aquela tal de Lady Murphy.
vai no show do agridoce e nem convida azamiga mimimi
haha

Alline disse...

Improvável? Me assusta, mas eu quero. Quero muito!
Tás falando da banda Lady Murphy? Conheço o Man...

Beeeeeijo!

Carolina disse...

Nossa, que delícia! Show do Agridoce em um clima improvável... não poderia ser melhor hein, Frau? :)