4 de fev de 2012

Alice e Lucy: um pé no surrealismo

Dalí e Diná
Terminei de ler Alice in Wonderland entre uma pedalada e outra. Gostei bastante. Todo mundo me falava desse livro e eu o tinha há algumas eras. Criei vergonha da cara e o li em um pouco mais de uma semana - embora pudesse  ter lido em menos tempos, pois o livro é beeem curtinho.

Realmente a viagem de Alice é uma viagem. Gostei especialmente dos jogos com palavras e linguagem, além de ter achado um barato como todo mundo tira uma com a menina. Sério. Queria aprender a dançar a quadrilha das lagostas. Alguém topa? 

Quem me decepcionou foi a Rainha de Copas, que não é tudo isso no livro. O desenho da Disney também perde um pouco a graça.

Enquanto acompanhava suas peripécias, não pude deixar de pensar na canção dos Beatles Lucy in the sky with diamonds, que também é, convenhamos, uma viagem - LSD.

"A girl with kaleidoscope eyes"

Para mim, as duas, Alice e Lucy, têm um pé, se não dois, no surrealismo e não me é difícil imaginá-las em alguma obra do meu queridinho Salvador Dalí. Maionese pura. Alice e Lucy são duas garotas em mundos extraordinários, cheios do improvável e do impensável. São mundos interessantes, onde praticamente tudo parece ser possível e nada é previsível.

E, por tudo isso, não entendo porque três amigos meus acham que eu lembro a Alice, quando sou arroz com feijão, assim como é minha vida (e não, isso não é um problema). Acho que é o lado surreal deles, vendo coisas que não existem.


3 comentários:

£ädÿ disse...

tenho vontade de ler Alice. sempre achei que, na real, ela tinha fumado alguma coisa pra ter uma ilusão assim tão vívida e distorcida do real. não me venha com a desculpa de imaginação. nem quando eu era criança eu fazia viagens assim. eu, hein?

Thais disse...

Eu nem acredito que as pessoas ainda não leram Alice. Mas eu gosto mais da história de Através do Espelho, sabia? De qualquer forma é fantástico mesmo, e tem muita coisa de surrealismo sim! Uma das minhas histórias favoritas!

renatocinema disse...

Pois eu nunca li Alice.......sempre preferi o encanto de seus desenhos e filme. Quem sabe um dia entre uma pedalada e outra eu leia.