22 de fev de 2012

Napolitanos somos todos


A graça do sorvete napolitano é a combinação entre morango, chocolate e nata. Quem deixa o morango de lado, não entendeu nada de nada: os três sabores juntos dão origem a um quarto sabor único, só possível na presença do morango.

Assim são as pessoas, formadas por diversos sabores. Como querer que neguem sua complexidade, excluindo o morango, o chocolate ou a nata? Quem só quer o chocolate, quer o outro só em parte, não em sua totalidade. E para que querer alguém pela metade? Ou só ser querido em parte?

2 comentários:

£ädÿ disse...

ah, mas que tem gente que podia vir sem o morango (ou sem a nata, ou sem o chocolate), isso tem.

renatocinema disse...

Amo sorvete napolitano e sua ousadia de misturar tudo em único recinto. kkk. Comparar a sobremesa gelada e as pessoas somente os poetas......ou os loucos. kk