22 de jun de 2012

Grilo grilando

Aos sussurros num domingo à noite.
 
A: - Você tá acordada?

B: - Tô, que foi?

A: - Tem um grilo no quarto.

B: - É a sua consciência.

A: - Você não tá ouvindo?

B: - Não.

Silêncio.

A: - Tô com medo.

B: - Por quê?

A: - Porque se você não está ouvindo quer dizer que ele está muito perto de mim. Ele vai entrar no meu ouvido.

B: - Quer que eu acenda a luz?

Luzes acesas. Dez minutos em busca do grilo perdido. Grilo localizado.

A: - Por que esse chinelo?

B: - Vou matar ele, uai.

A: - Ah não!

Grilo capturado. Casa destrancada. Grilo colocado no jardim. Casa trancada. Quarto e cama.

Silêncio.

A: - Ei! Ouvi outro grilo...


Um comentário:

renatocinema disse...

Poeta é poeta....até com Grilo.