20 de ago de 2010

Brokenhearted

Até pouco tempo atrás, eu pensava que terminar um relacionamento era um ato de covardia. Depois, comecei a pensar que poderia ser também um ato de coragem. Conversando com Charlie, fomos mais longe: terminar um relacionamento poderia ser um ato de misericórdia.

Eu perguntei à ela:

- Misericórdia para quem?

- Oras... Para todos os envolvidos.

Hoje vejo que ela tem razão. E digo mais: terminar um relacionamento pode ser um ato de bom senso. O que não torna tudo menos doído, naturalmente.

2 comentários:

Bia disse...

Tudo depende do ponto de vista. O importante é terminar quando a hora chega!

Tatiana Machado disse...

Eu fico com o ato de coragem. Sempre! Pontos finais são árduos, mas necessários para qualquer história!