5 de set de 2010

Clara e a despretensão

Ela sorriu:

- Não, não vou escrever sobre isso.

Chegou em casa. Prendeu os cabelos e tomou um banho. Pensava muitas coisas - numa tranquilidade impassível. Para encerrar o dia, pegou um pequeno copo de licor e brindou sozinha à despretensão de certas coisas.

Nenhum comentário: