29 de mai de 2012

Diário: Juventude

Acho engraçado como as pessoas atribuem muitas coisas em mim à minha juventude. E olha que eu não sou tão jovem. Embora pareça mais jovem. Nunca sei se é bom ou ruim. Hoje, por exemplo, o grande assunto da manhã foi a minha ausência de casaco e sapatos.

- São os hormônios da juventude - me disseram com simpatia.

Todos enrolados em seus casacos de lã e eu de pés de fora - sim, eu tinha os meus motivos, mas enfim.

O fato é que lá pela hora do almoço, cruzei com uma amiga - casaco nas mãos e mangas arregaçadas.

- Da próxima vez, te ligo antes de escolher a roupa - ela me sorriu.

Todos derretiam enquanto meus pés tamborilavam contentes e radiantes. Quero me livrar do peso dos casaos de lã. Sejam eles quais forem.

Um comentário:

renatocinema disse...

Você, tem uma dose de "o cinéfilo", citado aqui tempos atrás, faz o que acha certo não se preocupa com o julgamento hipócrita e banal do convívio social.

Hoje, por exemplo, estou de camiseta da série The Walking Dead, que amo, e uma calça social.

Toda unanimidade é burra.....dizia o mestre NR.