23 de mai de 2012

Eufemismo

Ela foi se aproximando e pelo seu olhar eu soube que lá vinha. Muito firme, ela me perguntou:

- Posso te fazer uma pergunta?

"Agora seriam duas", pensei.

- Diga.

- Você acha que eu sou folgada e me encosto nos outros? - ela perguntou, seríssima.

- Acho que você sabe fazer muitas coisas sozinha e sem a ajuda dos outros - respondi muito firme.

- Mas você acha que sou folgada e me encosto nos outros? - ela insistiu, quase brava.

- Acho que você fazer muitas coisas sozinhas e sem a ajuda dos outros - repeti mais firme ainda.

Ela ficou me olhando, tentando entender quando tomo mundo tinha deixado de dourar a pilula.

Nenhum comentário: