26 de jun de 2010

Paixão junina

Estavam numa quermesse do bairro. Bandeirinhas, pipoca, peixes em tanques de areia. Ele, ainda um garoto. Ela, a vida toda acertada. Ele, perdidamente apaixonado. Ela, ciente da paixão alheia. Dá ombros, que mais poderia fazer?

Aquele olhar...

Estão conversando. Têm amigos em comum. A música começa a tocar:

- Seu marido não vem?

- Não tenho marido.

- Namorado?

- Está trabalhando.

Aquele sorriso...

A despeito da timidez, pega-lhe as mãos, suavemente. Suavemente, ela se desfaz dele e delas e sai para dançar com a quadrilha da igreja - vestido de chita:

- São João, São João, acende a fogueira do meu coração!

2 comentários:

Triana. disse...

Que imagem bonita de festa junina você fez. *_*

ana lu. disse...

Adorei mesmo! Muito lindo. E eu conheço bem esse tipo de situação...