22 de mar de 2011

Do bedelho

Ele e ela estão numa lanchonete conversando. Ela o escuta atentamente até que ele começa:

- blá blá blá você tem que fazer isso blá blá blá blá não pode perder essa oportunidade blá blá blá blá e você também tem que fazer isso agora blá blá o momento é agora blá blá se eu fosse você faria isso e isso blá blá blá.

Irritada com ele e consigo mesma, ela pagou o café e foi embora. Era com a melhor das intenções que ele metia o bedelho, mas isso não tornava o fato menos desagradável. Havia coisas que pareciam simplesmente injustificáveis - e o segredo estava no tom das palavras proferidas, não na sua intenção.

2 comentários:

Ana B. disse...

mta gt sabe exatamente o q faria se estivesse na pele de outra pessoa, mas n sabe o q fazer dentro da própria pele!

vai entender...

Flávia Amaral disse...

Tb odeio o maldito do TENQUI