16 de mar de 2011

Mas você não quer casar?

Estávamos tomando um café: a Artista, a Sarcástica e eu. Comentei com elas onde gostaria de morar e como gostaria que as coisas fossem dali a um curto espaço de tempo.

- Mas você não quer casar? Por que sair da casa dos seus pais para morar sozinha? - a Artista perguntou.

Ela tem pouco menos do que o dobro da minha idade e é uma pessoa extremamente agradável, mas não consegue entender certas coisas. Então expliquei:

- Não é isso. Me dou muito bem com a minha família, mas está chegando aquele momento de seguir o próprio rumo, sabe?

Não, ela não sabia nem entendeu. Me senti no século dezoito, tendo que passar da tutela da família para a do marido.

- Deve ser essa geração de vocês - ela respondeu e continuou - Mas as minhas duas filhas nem sonham em sair de casa.

Ela tem filhas da minha idade. Atalhei:

- Mesmo porque, se eu for esperar arranjar marido para casar, olha, talvez em nem saia de casa...

- Mas você não quer casar?

- Quero achar alguém legal. Acho que a maioria das pessoas quer isso, né? Casar, se rolar, é consequencia e não objetivo mor. É complicado tentar planejar coisas que não dependem só de você.

A Sarcástica veio em meu socorro:

- Artista, você casou cedo, né?

- Isso, com dezesseis anos.

- E funcionou, adiantou alguma coisa?

A Artista está divorciada do marido há uns dez anos ou mais.

- É, não muito - a Artista respondeu triste e pensativa.

A Sarcástica continuou:

- Chega um momento em que todo mundo tem que tocar a vida sim. Alguns demoram mais, outros menos, mas essa hora chega para todos. Ter sua própria vida e seu próprio canto é uma delícia. E é fundamental. Passar dos trinta na casa dos mais só em casos extremos, né? Essa experiência que eu estou falando é única, essa coisa de não depender de ninguém. E também não deixar que homem dependa de você financeiramente, não sustentar marido. E sobre casamento... Olha, se você fica nessas de esperar marido na casa dos pais, que chance vai ter de experimentar e viver certas coisas? O que tiver que acontecer vai acontecer e pronto. Eu acho que você, Frau, faz muito bem com os seus planos.

E me dei conta que as duas eram divorciadas, assim como uma boa parte das pessoas com quem convivo. E fico chocada com essa cobrança que ainda existe por parte das pessoas para que a gente se case. Cobrança de homens. Mas principalmente de mulheres, pois já ouvi o discurso da Artista em garotas da minha idade. Por aí se vê que é uma questão de visão de mundo e não de idade.

5 comentários:

Anônimo disse...

Divórcio é como um namoro que não deu certo, mas documentado e assinado. Acho válida a pergunta sobre matrimônio. O arcaico é a indignação à resposta negativa.

Gabrz

Anônimo disse...

Esse assunto é delicado pra caramba, mesmo... eu estou com 27 anos e morando sozinha há 1 ano. Estou feliz da vida com a minha casa, com o meu espaço, com a minha independência... mas no fundo, no fundo, não era isso que eu queria. Os planos que eu tenho para a minha vida dependem de outra pessoa sim... de outra pessoa que me ame, com quem a convivência seja legal, que compartilhe meu sonho de formar uma família e que não esteja querendo adiar isso tudo pra depois... E não dispenso meu sonho de jeito nenhum! Pra mim ele não é consequencia, é objetivo mor, sim. É o sonho que eu tenho e acho que muita gente sonha com isso também... por isso a pressão que você sente. Enquanto aquela pessoa não vem, eu fico aqui curtindo a minha casa só minha, que é linda... mas às vezes, confesso, me sinto tão triste com a situação da minha vida quanto as suas amigas divorciadas... que bom pra você se essa tristeza não te acomete! Desejo uma solterice divertidíssima infinita enquanto dure! :D

Tatiana Monte disse...

Bom, vou casar daqui dois meses...filhos e tudo o que tem direito
Mas vou viver até onde é justo..
mas é complicado esse assunto
acho que sou eu no mundo estou vivendo o "conto de fada" apesar de não acreditar muito em fadas
Acredito viver cada dia de cada vez...

Paulistana Solteira 30 disse...

Falou e disse, de novo.

Cacau disse...

Frau,conheci hoje seu blog e me encantei já de cara.Blog além de bem escrito,super interessante!Meus parabéns.Estou iniciando o meu agora e espero que consiga agradar.

Bom,sobre o assunto do post de hoje,acredito que muitas mulheres pensam como você.Principalmente as de mente mais aberta,as mais esclarescidas.

Eu já estou com 32 anos e ainda não casei,nem tenho namorado.Ambos os casos não por não querer rs Sinto-me um pouco fracassada quando vejo amigas mais novas casadas e sendo mães...Mas sinto-me enormemente aliviada quando também vejo outras em 'maus lençóis' depois do casamento,vivendo em adultérios,em lar com violência ou até mesmo tendo que sustentar maridos desempregados e acomodados.
Sonho com meu lar,minha família,minhas coisas...Porém tenho a convicta consciência de que não posso esperar meu marido e minha família para 'sair da casa dos pais' e seguir minha vida,com o cordão umbilical cortado.Acredito que seja uma fase importante e fundamental para qquer pessoa....Independentemente da idade ou da fase que se encontra,afinal cada caso é um caso.

Besitos!