22 de jan de 2011

Grandes invenções da humanidade


1) Guia de ruas: tem coisa melhor do que, ao ouvir a terrível frase: "Oh não! Estamos perdidos [de novo]. O que fazer agora?", abrir o guia de ruas e com um sorriso colgate confiante dizer: "Pois eu sei exatamente onde estamos!"?. Quem sabe ler um guia tem a chave para encontrar qualquer lugar, é como ser onisciente! Okay, nem tanto, mas o guia é o tipo de coisa extremamente útil que todo motorista ou co-piloto deveria ter.

2) Sandália baixa: é, eu tenho que ouvir "Não há nada mais feminino do que salto alto!", "Mulher poderosa/sensual/bla blá blá só de salto alto" e coisas do mesmo nível. Não sei o que é pior: ouvir isso de homem ou de mulher. Sou fã das sandálias baixas, confortáveis. Sandália de tira com as quais você passa o dia inteiro, dança, corre, ou seja, faz o que quiser.

3) Limpa Plásticos Pérola: Limpa, protege e perfuma couro e courino. Mas a melhor parte é que também limpa iates! Simplesmente bárbaro! Já tenho o limpa iates, só falta o iate agora. Um detalhe.

4) Caneta Bic Quatro cores: porque se tem quatro cores em high definition com um simples clique. Perfeito para professores que precisam de quatro cores e gostam de azul, verde, vermelho e preto. Melhor do que isso só se tivesse um lapiseira também!

5) Abridor de latas: sem ele, as latas não são nada. Mas se não houvessem criado o abridor de latas, não haveria latas certo? Foram criados para abrir as latas, mas sem eles, elas não teriam sentido - o que me leva a concluir que as latas e os abridores de lata têm uma relação simbiótica.

6) Casquinha mista: já temos que escolher tanta coisa importante, séria, decisiva... Por que ficar em dúvida quanto ao sorvete? Evite o desgaste e peça uma casquinha mista: chocolate e creme.

7) Velas: em uma palavra: versátil. Quer ser romântico? Use velas! Quer ser prático porque acabou a luz? Use velas! Quer quebrar o galho da sua amiga que não está interessada no cara? Seja uma vela!

8) Aliança: ajuda a evitar situações constrangedoras do tipo: "já sou comprometido". Quer dizer, espera-se que o outro perceba. Há os que não percebem (tapados), os que percebem e não ligam (sacanas) e os que percebem e se contêm (comportados). Claro que vai também de quem usa a aliança - e de quem a guarda em situações estratégicas. Pensando bem, pelo que tenho visto, aliança não quer dizer absolutamente nada. "Não basta o compromisso, vale mais o coração".

9) Musicais: pouco importa que não se comece a cantar e dançar do nada no "mundo real". Quer "realidade"? Assista um noticiário. A vida precisa de leveza e musicais são um dos modos de consegui-la.

10) Bonecos Lego: senso estético e arquitetônico, criatividade e aspirações engenheiras são apenas alguns dos muitos aspectos positivos despertados por esses brinquedos geniais. No meu caso, foi um dos determinantes para o fato de eu adorar contar histórias: construía a casa, o restaurante e contava a história da bonequinha independente e solteira. Acho que já vi isso em algum lugar...

3 comentários:

Anônimo disse...

(Joinha) Gabriel Pantoja curtiu isso.

Pantera disse...

sandálias baixa... sem dúvidas são demais... prefiro mil vezes mulher com sandálias baixas... salto precisa de hora e contexto, sandálias baixas, não.

a sensualidade da mulher não está num calçado, mas na própria feminilidade, e não há nada mais feminino do que ser mulher.

eu realmente acho que alguém que precisa de artifícios extras para ser alguma coisa, não o é. se uma garota precisa de um salto pra ser sensual, ela não o é.

sobre musicais, assista primavera para hitler. é do mel brooks. é genial.

Cayo Candido disse...

Percebo, mas não ligo...